Todos os artigos de Jess

Evacuação Planetária

Notícia de última hora!!

Todo o Planeta será evacuado em breve!
INFORMAÇÃO MAIS DETALHADA SOBRE A EVACUAÇÃO PLANETÁRIA

http://www.abundanthope.net/talkitup/showthread.php?1985-EVACUA%C7%C3O-PLANETARIA-o-plano-mudou-explica%E7%E3o&p=37640&viewfull=1#post37640

COMO FUNCIONA A EVACUAÇÃO: MAIS INFORMAÇÃO

http://www.abundanthope.net/talkitup/showthread.php?1995-COMO-FUNCIONA-A-EVACUA%C7%C3O&p=38216&viewfull=1#post38216

 

Esu sobre o Papel do Homem

5-1-2015

Esu, podemos começar?

Jess, vamos começar. Eu quero falar sobre vários tópicos ao longo de mais de uma mensagem. Isso será instrutivo e esclarecedor.

Deus é energia. Energia em movimento cria ideias. Ideias tomam a forma de criações.

Cada parte da Criação é uma extensão da ideia de Deus para essa porção. Deus dá força, para cada extensão sua, com a luz da sua energia criativa. O Homem é uma ideia de Deus, assim como, a sua existência é também colocada em movimento pela energia de Deus.

Pela natureza de seu “design”, o Homem não é separado ou desconectado. Ele é parte de Deus, criado para explorar e aprender. A natureza física do Homem é completa/integral para essa exploração. Deus fez o homem do mesmo material que o resto de sua Criação física, com a ideia de examinar essa semelhança e entender a sua conexão com ela. Dado ao seu “design”, o corpo do homem interage com o seu ambiente. Suas ações são reações a essa sincronização.

A beleza da criação do Homem reside no desenho diferenciado de cada indivíduo, feito assim, cada um regirá diferentemente em seu ambiente. Cada indivíduo tem uma personalidade separada com sua própria e distinta conexão com Deus; dois indivíduos não reagem da mesma maneira.

Essa função dada ao Homem tem estado presente desde a sua existência na Terra, mas, ao longo do tempo, seu propósito foi distorcido. Seja através da desinformação ou falta de conhecimento, o Homem perdeu a consciência da sua conexão com seu Criador. A natureza de sua conexão com Deus deve ser percebida para se tornar operacional e quando o Homem a perdeu, ficou fácil ser manipulado e explorado por aqueles com outras intenções. Esses novos “Senhores” criaram as ideologias pessoais direcionando o comportamento do Homem para longe das ideias originais de seu Criador.

Isso tem acontecido por muito tempo, e o Criador decidiu reivindicar a sua Criação.

O Homem agora deve reexaminar sua forma de viver. A existência nesse planeta é única, mas o homem através da história contribuiu para a diminuição dessa distinção. Ele ignorou o seu meio ambiente e retirou o que necessitava por razões egoístas. Criou através de sua visão pessoal sem levar em consideração as consequências; ele infringiu os desejos dos outros por gratificação própria.

O pensamento crítico do Homem se tornou parcial, em razão da sua percepção incompleta. Seus paradigmas estão equivocados a luz da verdade da realidade universal. Sua visão dos trabalhos realizados no mundo são imprecisas e a constante repetição dessa visão errada é somada ao montante das ilusões já aceitas.

Aqueles que ainda tem alguma ideia da ligação deles com o Criador se verão em uma mudança existencial. Descobrirão, na luz que virá, que conceitos previamente arraigados estão errados, que o seu entendimento confortável sobre do que é feita a vida está ultrapassado. O Homem descobrirá em breve que a noção que tem de sua identidade cultural, de sua estabilidade financeira e de sua religião foi propositalmente desencaminhada.

Como isso vai acontecer?

1-3-2015

Vamos falar do véu que está sendo erguido. Essa é uma frase familiar para descrever com clareza o que está chegando para o homem. Ele se tornará consciente de seu lugar no universo.

A energia de Deus está sendo derramada sobre a Terra com um jato de entendimento. As ideias do homem terão uma nova perspectiva elas terão que ser renovadas. Será um momento, como naqueles desenhos, quando uma lâmpada aparece assim que o personagem tem uma luz sobre a sua situação. O homem verá que tem sido enganado em suas crenças e que suas conclusões anteriores foram determinadas erroneamente. O homem verá que seus parâmetros culturais mudaram. Ele perceberá que tem que chegar novas conclusões.

Essa nova luz levará a incerteza e disparará uma relutância em mudar. O homem foi condicionado a aceitar a falta de mudança como zona de conforto, e ele se encontrará em uma situação onde suas crenças e suposições terão que ser questionadas. A religião não é a panacéia que pretendia ser, e nem é um pretexto espiritualmente inspirado para a raiva e o elitismo. Estruturas de poder político levadas pelo ego e pelo desejo de controle serão vistas como realmente são. Sua proposta nunca foi prover uma assistência espiritualmente verdadeira e com compaixão.

A consciência individual é similarmente direcionada de forma enganosa. Ao homem foi ensinado um número restrito de percepções e isso permite que outros manipulem o seu pensamento e as decisões que toma. A falta nata do desejo de procurar informação tornou-o impossibilitado de distinguir a verdade espiritual da propaganda. Mesmo que tenha uma noção do que é procurar saber mais, ele ainda continua destreinado nesse processo de encontrar a verdade. O papel de todo aquele que entende é ensinar aqueles que não entendem.

O entendimento de que Deus está presente abrirá os olhos do homem de novo. Aqueles desejosos de ver serão iluminados. Deus está dentro do Homem e com esse reconhecimento o homem entenderá seu verdadeiro papel, ser uma extensão de seu Criador. Essa não é uma posição subserviente, mas sim de igualdade. O homem é parte de Deus e seu propósito é agir como Deus.

O papel da fisicalidade é um fator dentro dessa realização. Mais energia vinda de Deus causa mudanças. A frequência do movimento da energia é maior e a demanda sobre a manifestação física, que abriga essa energia, é mais intensa. Adaptar-se a nova energia com sucesso requer uma preparação anterior a sua chegada.

A natureza física do homem foi desenhada para interagir com as ondas de energia que o circundam, e o cérebro humano registra os resultados dessas reações – sendo a energia assimilada e incorporada ou havendo uma resistência a ela. A resistência ao aumento dos níveis de energia resulta no colapso dos padrões de existência. Os homens que não assimilam os níveis mais altos de energia cairão doentes de várias doenças existentes, físicas ou mentais. Aqueles indivíduos que manifestarem doença não sobreviverão.

Eu diria que isso os deixa avisados de que a Terra estará mudando em breve. O homem terá que adaptar-se, já que seu desenho físico é parte da estrutura criada. Ele inevitavelmente mudará, mas também entenderá o porque. Seu papel também se tornará mais claro e verá que suas decisões afetam as mudanças que estão acontecendo. A mudança iniciada no homem o fará reconhecer que ela também envolve aceitar a responsabilidade pelos seus novos paradigmas criados. Uma vez que o véu do seu propósito é erguido, o homem verá que sendo parte de Deus, ele é também cocriador.

Esu

 

Esu diz Abram os Olhos

Esu, eu sinto que agora é o momento para mais comentários. Muitas mudanças já começaram e muitas já estão prontas. Fale sobre o que está vindo e como deveríamos nos preparar.

Jess, eu tenho algumas coisas para dizer e agora é o momento apropriado para esses comentários.

Muitas coisas tem acontecido, como dizem, e muitas verdades estão sendo reveladas. Isso é necessário. As pessoas na Terra devem ver a realidade, da qual são parte, e devem chegar a um entendimento do que é verdade e do que é aceito como verdade.

O homem tem sido desencaminhado e o fizeram acreditar em versões da verdade que servem à propósitos políticos. O grupo no controle dessas experiências criaram uma ilusão, que impede as pessoas de protestarem contra conceitos que eles tem que aceitar, para assim, serem manipulados e explorados. Vocês vivem uma situação incrivelmente controlada. Sistemas de crenças exploradoras, escolhas e ações controladas, e finalmente uma aceitação cega dos fatos apresentados faz da maioria das pessoas incapazes de expressarem qualquer protesto significativo contra a sua existência. Eles nem mesmo entendem que são manipulados.

Agora é hora de tirar as vendas. Esse é um período quando verdades dolorosas devem tomar o lugar de suposições confortáveis.

Meu papel nisso será ser um exemplo. Minha vida e meus comentários serão o critério para fazerem escolhas e para determinar comportamentos. O tempo no qual o homem deve fazer escolhas e avaliações está chegando. Eu virei para ajudar àqueles que me procurarem.

Já falamos anteriormente sobre a natureza das percepções e os caminhos que o homem usa para tomar suas decisões em alinhamento com os desejos do Criador. Essa necessidade de alinhamento reflete a natureza de sua criação. Vocês são extensões das ideias do Criador, que vocês vivenciam e percebem como, materialização física. Sua tarefa é a exploração de seu ambiente para que o Criador engaje-se no paradigma universal dele. Vocês não são separados de suas circunstâncias, mas, de fato, são a origem do que vivenciam. Vocês criam as situações com as suas escolhas e, como resultado, são responsáveis por resolverem seus conflitos. Desacordos com os outros ou desconforto em situações vem de vocês permitirem que esses conflitos se tornem realidade.

De novo, vocês obterão ajuda se procurarem. Eu os ajudarei. O eu espiritual de cada um ajudará em conjunto com outros guias. Seu Criador lhes ajudará. Existe uma centelha do Criador em todos vocês e seu propósito é manter a sua conexão com as ideias do Criador. Vocês só tem que reconhecer isso, e a verdade e a clareza estarão a seu dispor.

Essa falta de vontade de se abrirem para o Criador tem causado a crise imensa que seu mundo está no presente. Decisões cegas e convicções egoístas desenharam a história global de animosidades, ganancia e intencionada perturbação. As religiões são formas de arranjar pretextos para a guerra, mesmo que a razão verdadeira seja a busca de poderio econômico. Líderes de governos e de finanças trabalham juntos para extorquir cada vez mais dinheiro dos trabalhadores que não tem o direito de dizer nada sobre a estruturação de sua existência. O conceito de liderança representativa é uma ilusão. Os políticos eleitos não cumprem as promessas feitas ao seu eleitorado. Eles só dão ouvidos ao seus financiadores de campanha e geralmente só fazem escolhas das quais levam lucro.

Essas suposições egoístas da elite controladora estão sendo expostas cada vez mais como falsas. A crença que eles tem em sua invencibilidade está caindo por terra. O controle está escapando de suas mãos. Eles estão enfurecidos com a descoberta da impossibilidade de pararem essa realidade e isso é perigoso. Encurralados farão qualquer coisa para manterem a superioridade, incluindo destruir tudo o que já perderam, assim ninguém mais poderá ter.

Essa situação perigosa nos forçou a estabilizar a Terra como uma expressão intencionada do propósito do Criador. Os supervisores dos homens estão sendo removidos e suas manipulações do público em favor próprio estão sendo reveladas. Rumores falsos de agressões militares estão sendo expostos como propaganda política. Manipulações econômicas furiosas estão sendo vistas como tática para esconder falência. Reivindicar superioridade moral está sendo visto como uma fachada desgastada que esconde a falta de fundamento espiritual na escolha de ações e na forma de expressar opiniões.

Isso será mudado. A Terra está ascendendo para um plano espiritual mais alto e o homem se adaptará. Não entrarei em detalhes específicos de como isso acontecerá. Somente estejam conscientes de que seus olhos serão abertos, como dizem. Verão claramente o que suas experiencias trouxeram como resultado de sua cegueira; e o resultado da sua relutância em mudar o que lhes incomoda em qualquer instância.

O Paraíso se aproxima, estejam certos disso, uma nova Terra brevemente se erguerá para encontrá-lo.

Tradução: Lucia Gualdi

Esu Fala sobre Conexão com o Criador

Esu sinto que é o momento de falarmos sobre os níveis de conexão com Cristo Miguel e a Fonte Criadora. Eu vejo uma desconexão entre o conhecimento predeterminado de todos os elementos da criação e o plano de escolhas do homem. Fale sobre isso, por favor.

Jess, é o momento de conversarmos novamente. Vejo que tem perguntas sobre o que outros tem falado, e eu penso que é muito bom esclarecer a extensão da conexão do homem com o seu Criador. Dissemos a você anteriormente que o homem é uma extensão do seu Criador. Ele é desenhado para vivenciar esse nível de criação mais imediata. As suas percepções físicas foram desenvolvidas para analisar sua interação dentro desse nível de entendimento.

O homem na Terra, como você o percebe, está envolvido com o seu ambiente de forma ativa e passiva. Ele decide a forma como vai conectar com a sua situação, assim como também constantemente avalia a forma de ajustar a sua reação, mantendo-se em equilíbrio, no meio da bateria de desafios que enfrenta. Ele se vê escolhendo o seu caminho, através de sua habilidade de avaliar as suas opções.

E, é isso exatamente o que está acontecendo a nível de seu auto conhecimento. Ele escolheu encarnar aqui, nesse nível de dimensão, para vivenciar e aprender. A melhor forma de fazer isso é através da tentativa e do erro. E assim, aprender qual é a melhor maneira de levar a visão de Cristo Miguel, ele também tem que explorar. As escolhas, consideradas dessa forma, estão mais em equilíbrio com os objetivos espirituais.

O homem pensa que as emoções dão cor as suas escolhas e ações. Emoções estão baseadas nas memórias de experiências passadas, com ambos resultados positivos e negativos, informando sobre a reincidência nas escolhas. Ele procura evitar o desconforto e vai em frente com facilidade e prazer. Suas ações são programadas, o que significa, estarem baseadas em exemplos anteriores. Esse processo envolve escolha, mas também é condicionado por preconcepção. As escolhas não são completamente sem uma rubrica de resultados anteriores em diferentes ações.

Escolhas nunca são feitas fora de um contexto. O homem tem que examinar possibilidades para determinar qual deveria ser sua linha de ação. Investigação e analise tem sua parte nesse discernimento, assim como experiência e instinto. Decisões não são ocorrências separadas, mas sim, construídas em uma sequencia de resultados prévios, que dão forma a uma nova escolha.

É vital que o homem tenha consciência da complexidade de tomar uma decisão. Ele deve perceber que cria com as suas experiências e com a informação adquirida, enquanto dá forma ao caminho para um novo resultado. Ele deve também estar ciente de que as suas experiências passadas dão cor as suas percepções, e que a informação que coletou não está completa. Seu objetivo é fazer escolhas que sejam bem informadas e o mais abrangentes possível. Isso permite que ele tenha um julgamento mais equilibrado.

Esse contexto então, deve ser ainda medido em termos de seu parâmetro espiritual. Qualquer decisão deve ser avaliada em termos de seu alinhamento com o propósito do Criador. A visão do Criador envolve todos os aspectos de sua criação, e as decisões do homem deveriam incorporar integralmente essa natureza. Nenhuma decisão existe sem ter ramificações em suas experiências na Terra.

Esse processo de tomar decisões é construído para servir o tipo de encarnação do homem. Ele percebe a história como sendo linear e o espaço tendo uma medida. Essa percepção dá a ele ferramentas para examinar a sua existência de experiencias. Sua consciência e conhecimento é definido em termos de sua terceira dimensão, mesmo que, sua natureza espiritual esteja em movimento para uma frequência vibratória mais alta, da que previamente definia o seu entendimento.

Isso é dicotomia. A análise do homem está em transição, mesmo que ele não esteja ciente da expansão dos fatores, que agora, tem para examinar. É por isso que, decisões que antes eram eficazes agora, são falhas e levam a desinformação. Uma nova camada de de percepção é necessária, uma que traga aspectos ajustados aos seus novos componentes espirituais e outras que se afastem para sempre da rotina e do habito.

Essa sobreposição de camadas não foi acidental. A natureza da ascensão permite àqueles ascendendo entenderem mais e discernirem a natureza espiritual de sua experiência. Cristo Miguel Aton determinou que a Terra ascenderá, e os efeitos dessa virada estão se tornando óbvios. As decisões do homem mantém-se experimentalmente livres, mas o seu contexto está mudando.

Nesse sentido, vocês podem dizer que as livres escolhas do homem são prescritas dentro de si e estabelecem um padrão. Os parâmetros que ele usa para determinar o positivo e o negativo, bem sucedido ou não, são predeterminados. A natureza do sucesso foi criada para ser assim, com a definição de sucesso planejada para servir uma ideia universal. O processo de escolha foi desenhado para prover um senso de experiências independentes, mesmo que, a conclusão já tenha sido planejada. O homem ascende, e aprende mais, sobre esse sistema abrangente, que usa a sua experiência/vivencia como uma das várias camadas sobrepostas. Ele começa a ver que decisões individuais são necessárias para a sua existência física, mas também que as suas ações como um todo devem servir dentro de um contexto maior da visão universal.

Agora é o momento do homem começar a ver as diferentes camadas de escolhas e propósitos. Fica claro que seu papel o está levando a uma consciência dessa visão amplificada de sua existência. As escolhas do homem devem agora ser temperadas com esse novo propósito e percepção. Eles devem ser integrados com uma maior abrangência desenhada para a ascensão da Terra.

O homem é parte de seu Criador. Sua conexão é completa, ele se dando conta disso ou não. Seu papel deveria ser ajudá-lo a entender esse conceito.

Esu

Tradução: Lucia Gualdi

Esu fala sobre muitos assuntos

Esu, comecemos.

Jess, essa é uma conversa que engloba muitos assuntos. Esse é o momento para abordar assuntos que serão importantes para os próximos dias e semanas.

Muitos de vocês observam como o mundo anda – os jogos por poder e dominação física. Estou ciente da fonte e das projeções por trás dessas ações, quem está manipulando e quem está sendo enganado. O homem criou esse impasse, infelizmente, e será um problema para ele mesmo resolver. O homem pode ter a ajuda que quiser e pedir, fisicamente e espiritualmente, mas com maior frequência, do que não agir, o homem tenta encontrar suas próprias soluções.

Os problemas mais complicados estão interligados, e uma série de ações é decidida supondo uma mudança em outro setor. Agressão militar é baseada na crença de uma estabilidade econômica; riscos econômicos estão baseados na presunção de soberania. Controle governamental depende do poder em determinar comportamentos. O comportamento das pessoas é manipulado através da ausência de raciocínio condicionado. A enfase em uma educação imposta e ensinamentos religiosos politizados são parte importante na restrição da habilidade do homem de perceber objetivamente.

Esse emaranhado de necessidades culturais geralmente impedem qualquer tipo de discernimento vindo do raciocínio. O homem vive suas emoções sem questionar seu propósito. Ele está preso em uma existência que lhe exige o uso de sua capacidade física sem questionamento. Qualquer sensação de dúvida ou insatisfação é taxada de deslealdade à programação imposta.

A noção de que o homem é incapaz de examinar a eficácia da sua situação, de acordo com o seu propósito de vida está em contrariedade com a missão espiritual para a qual foi criado para empreender. O homem é uma extensão de seu Criador – e – como tal, foi desenhado para explorar e vivenciar por ele. A Criação é somente uma ideia manifestada permitindo assim o aprendizado com a sua manifestação.

Um distinto erro de percepção do lugar que o homem ocupa na criação contribuiu para o tipo de problemas que se desenvolveram. Para cortar o mal pela raiz da rebelião no seu plano para o Universo, o Criador, colocou seus piores antagonistas em quarentena, prevenindo assim uma direta interferência deles em seus planos. Os disruptores tiveram que redescobrir a natureza do propósito da Criação através de suas próprias experiencias.

Os primeiros supervisores da Terra se envolveram com a rebelião, e os homens que encarnaram aqui, intencionalmente, evoluíram sem a direta consciência de sua verdadeira natureza espiritual. A reconexão com o espírito permaneceu possível, mas era necessária a força de vontade para cultivar um alinhamento com as percepções universais, além das necessidades básicas individuais. O desenvolvimento espiritual do homem ficou ainda mais complicado, por causa de uma hibridização física feita por exploradores de fora do planeta, vindos para explorar os recursos da Terra. O homem se tornou mais forte fisicamente, mas mentalmente subserviente a vontade de seus controladores.

Para ajudar no crescimento do homem além de suas limitações, muitos professores, exemplos da verdade e beleza surgiram ao longo da história para despertar a consciência do homem além de sua rotina. Arte, filosofia e credos religiosos cresceram dessas inspirações. A percepção do homem sobre essas verdades espirituais tem, infelizmente, permanecido manchadas e distorcidas. Alguns poucos encarnados com a necessidade de impor suas ideias à grande maioria continuou usando esses exemplos em proveito próprio. Símbolos da verdade espiritual universal ainda são distorcidos em sua pureza para se tornarem ferramentas de controle e manipulação.

Essa manipulação somente mudará quando o homem começar a modificar sua visão de si mesmo e de sua existência. Nós demos inúmeros exemplos e ensinamentos ao longo das décadas com um menor aproveitamento do que esperávamos. Alguns mais perceptivos desenvolveram habilidades de ver-se de forma objetiva e ver a sua desconexão dos desejos do Criador que suas vidas demonstram. A maioria, entretanto, permanece cega aos danos causados por seu comportamento controlado.

Ainda que, não tenhamos desistido de que o homem possa se dar conta da necessidade de realinhamento do seu propósito individual com o do seu Criador, nós decidimos ir em frente com os compromissos maiores, dos quais, o homem é somente uma parte. A Terra e seu setor no universo do Criador deve mudar a frequência de sua energia, erguendo-a a um nível dimensional com maior sincronização com a intenção de sua arquitetura original. Como resultado muitas manifestações de desequilíbrio e desarmonia serão modificadas ou eliminadas completamente, para que essa parte da criação funcione em maior alinhamento com a verdade espiritual. O direcionamento egoísta do homem por controle e soberania, no passado, levou esse planeta a um nível de estrago que foi a uma altura considerado sem conserto. A Terra quase teve a sua superfície varrida até uma completa limpeza permitindo assim um novo recomeço em milhares de anos e com um novo mandato dimensional. Se isso houvesse acontecido, o homem teria sido removido juntos com todas as outras aberrações que lhe causam danos.

Isso mudou quando a população da Terra em número suficiente começou a ver um propósito maior coordenando a sua prévia existência míope. Eles começaram a entender que o homem tinha uma missão espiritual maior na Terra. Ao invés se verem como seres desconectados lutando para encontrar uma identidade definida, eles se deram conta que cada homem é parte de uma vasta rede que era uma extensão da visão universal do Criador.

O homem também começou a sentir a responsabilidade de como ele vive dentro desse universo. Ele viu que todas as suas ações e reações são extensões de sua própria percepção. Decisões baseadas somente no interesse próprio eram muitas vezes vistas como não estando alinhadas com as altas intenções espirituais. Ações baseadas em motivos pessoais tinham a tendencia de ignorar o interesse das outras pessoas. Essa falta de consideração egoísta levou a desacordos e a imediatas lutas. A história do homem nesse planeta tem sido de preocupações egoístas e a dominação dos outros. Os habitantes da Terra há muito tempo desistiram de seu alinhamento espiritual com a verdade do Criador para focarem na gratificação sensorial e na gratificação pessoal. Como resultado as conquistas do homem foram comprometidas – produções que não são exemplo das verdadeiras possibilidades de co-criadores, moldadas pela verdade universal.

O desejo de controlar se manifestou em cobiça e restrição. Os bem sucedidos que se apoderaram de mais criaram um sistema que não permite que os outros também sejam bem sucedidos. Os recursos são controlados e entregues em porções monitoradas. Esse sistema beneficia aqueles que dirigem o processo e rouba daqueles que são manipulados. Mais controle gera mais governança sobre os que são controlados. Sistemas culturais são desenvolvidos para assegurar que o controle permaneça. A opção de escolha é removida e a longa experiencia do homem com um comportamento imposto o acalma, levando-o a uma apatia sem que perceba. Isso fica ampliado através da constante explicação coordenada e revelações limitadas de informação. Como resultado, os que são manipulados não se dão conta de que não estão sob controle.

Os que assumiram o controle dos recursos da Terra ditam as regras para os supostos representantes de governos usarem para controlar o seu eleitorado. Os políticos eleitos ignoram aqueles que representam e negociam com os mediadores do poder para assegurarem seu lugar no grupo de controladores. Para aplacar os eleitores, os políticos anunciam falsas imagens que escondem a realidade da existência do homem. Medo são fomentados criando a desconfiança e a raiva evitando assim uma verificação mais profunda dos fatos. Meias verdades são produzidas continuamente para prevenir até o mais superficial discernimento.

Isso está mudando. Todos os dias, mais e mais acordam dando-se conta de que são controlados. O ataque violento da verdade espiritual não pode ser parado no estágio em que se encontra.

A decisão que a Terra se transformará foi tomada, e já que um número suficiente de seus habitantes acordou para pelo menos uma fração da visão do Criador, foi feito um acordo que o Homem poderia também ascender junto com o sei ambiente. Essa decisão é sem precedentes e as ramificações envolvidas para fazer que isso acontecesse, tornou esse caminho para a ascensão mais difícil do que esperávamos. O vasto número de pessoas envolvidas é um fator, juntamente com o colapso iminente da Terra, os níveis críticos do estado de consciência e preparação física afetaram o cronograma de quando seria o momento ideal.

Agora, as dificuldades foram sanadas e o processo deu início, mesmo que aqueles que tentam manter o controle do homem estejam ainda resistindo essa é uma transformação inevitável. Eles estão lutando com todas as armas no último esforço para manterem o que veem escorregando de suas mãos. Suas decisões estão cada vez mais irracionais e desesperadas. Rumores de guerras é uma tática de ilusão usada para manipular a memória emocional do homem e bloquear a sua capacidade de discernir a insanidade das intenções dos seus líderes. A propaganda gritante que acompanha essas ameaças convenientemente mascara a ruína moral e financeira daqueles que incitam a guerra. Aqueles que realmente controlam o dinheiro estão usando os líderes governantes para criarem cenários de uma invasão, não por ideais, mas sim para arrecadar renda tomando o controle dos bens de outras nações.

Não se deixe enganar. Não aceite uma explicação que não venha de suas próprias conclusões. Observe o que está acontecendo. Perceba o porque desses eventos estarem acontecendo. Acompanhe para onde os benefícios estão indo para determinar quem está levando vantagem em tudo. Uma vez tenha feito isso, tome consciência de qual é o seu papel nisso. Cada um pode controlar somente sua própria circunstância individual, mas se suas decisões estão alinhadas com o propósito espiritual maior do Criador, cada ação afetará muitos além dessa mesma situação. Sempre lembrem que vocês tem que agir com responsabilidade para com vocês mesmos e com o conhecimento da razão pela qual escolheu agir assim. Uma vez tenham feito isso, vocês começam a integrar a rede da humanidade a qual pertencem.

Agora é o momento de darem início a isso. Agora é o momento de se afastar do caos e entrar na gloriosa expressão do propósito do Universo. A mudança está se aproximando e vocês devem abraçar a sua função.

Esu

Esu Fala Sobre Encerramento e Conclusão

Esu, o tópico que veio a minha mente foi encerramento e conclusão. Eu gostaria de um comentário seu no sentido de uma conclusão e direção. Eu sinto que esse é o momento para uma mudança.

Olá, Jess. Venho para conversarmos mais. Nós criamos uma sequência de comentários onde um inicia onde o outro terminou. Os títulos dão a noção de continuidade. Isso provavelmente foi um ato de seu subconsciente, mas a ligação existe. Trabalhamos na preparação, definimos atitudes e sabemos como discernir o que é apropriado para os indivíduos. Encorajamos a independência e direcionamos os leitores a procurarem a compaixão e o equilíbrio na convivência com os outros. Falamos sobre a vida do homem na Terra e descrevemos como foi testada a sua adaptabilidade. Eventos inevitavelmente se manifestaram vindos de suas ideias iludidas e a situação na qual se encontram nesse momento é a culminância de milhares de anos de transgressões e julgamento errado.

Esse é o momento de terminar com essas buscas inúteis. O homem já está ciente o suficiente para se tornar insatisfeito. Ele pode não conhecer as razões de seu descontentamento, mas sente que sua vida poderia ser diferente. Todos os elementos de sua existência são coloridos com desinformação que os mantém presos e a maioria não consegue ver o motivo que os leva a isso.

O homem é manipulado e direcionado a viver de forma contrária a sua natureza por controladores com a habilidade de ditar as regras que desejam impor. Isso pode ser chamado de governo, mas é mais correto dizer aqueles que controlam as pessoas do governo com recursos ilimitados e com a convicção irrestrita de seu direito de determinar o comportamento do homem. Essa convicção deriva da inabilidade deles em ver sua conexão com o Criador. Por conveniência, podemos dizer que essa cegueira na Terra iniciou com a interferência de grupos de fora da Terra que pouco se preocupavam com o propósito espiritual do planeta.

Como resultado dessa interrupção, a Terra foi afastada do seu processo de crescimento universal e evolução. Ela se tornou um planeta em quarentena permitindo que muitos desafios da visão do Criador fossem trabalhados. Esse passo radical se provou notavelmente bem sucedido, de muitas formas, mas os problemas emocionais como a raiva, o domínio, a rejeição ou a crítica continuam a ditar as preocupações do homem. As razões que engatilham as suas emoções ainda não foram estudadas objetivamente, em regra geral. Sem o homem saber, seu pensamento foi condicionado a validar a crença de seus próprios controladores. Essa distorção do propósito da Terra, em benefício de poucos, é contrária a visão evolucionária do seu Criador. O domínio dos habitantes da Terra para a glória e satisfação pessoal de poucos nunca foi a intenção do Criador.

Em detrimento do caos e da perturbação que essa sequência de ações produziu, o Criador da Terra manteve-se em observação imparcial, para assim, ver como essa criação lidaria com crises inesperadas. O Criador também aprendeu pela forma como a sua criação descobriu meios de assimilar os problemas e se tornar independente desse tipo de desafio. Ele intervem somente quando seu propósito não é mais uma influência determinante nas decisões e comportamento de sua criação.

O amor do Criador por essa criação específica é ímpar. Ele escolheu uma encarnação aqui para completar a sua evolução como soberano de seu Universo. Ele continuou a cuidar do planeta de sua auto outorga, mesmo que ele tenha desenvolvido um desdém, quase sem reparação, por suas intenções.

O homem encarnado foi originalmente criado para ser um exemplo de seu Criador dentro dos parâmetros dimensionais desse planeta. Ele foi desenhado para funcionar de forma independente, mesmo depois de ter aberto mão da conexão com o seu Criador. Sua tarefa era encontrar o caminho de volta mesmo que só tivesse um vislumbre de sua conexão para guiá-lo. Essa jornada é a história da encarnação do homem na Terra. Ele procura, muitas vezes mesmo sem saber, por caminhos que o levem ao restabelecimento da conexão com seu Criador. Essa necessidade de estar conectado tomou várias formas e interpretações como resultado do questionamento do homem. O entendimento incompleto desenvolveu muitas crenças e filosofias errôneas. A má interpretação e a razão baseada no ego levou-o à uma consciência espiritual direcionada a muitos caminhos errados.

Isso transformou-se em uma vasta gama de experiências para o Criador, mas não poderá ir mais além com qualquer indício de descobertas produtivas. O homem alcançou o limite de sua utilidade como um habitante experimental dentro de uma civilização dualística. Agora é o momento para ele estar ciente de toda a sua natureza espiritual dentro do paradigma de um planeta em evolução. Ele deve entender sua relação com seu ambiente e seu Criador, aprendendo a tomar decisões baseadas nessa interconexão. Suas ações terão que estar baseadas em discernimento e com a compaixão necessária para manter uma rede maior dentro da comunidade espiritual.

Eu falei sobre encerramento e conclusão com você. Encerramento é no sentido de seguir uma ação ao seu resultado final. As ideias do homem criaram seu sistema de crenças e dominaram as circunstancias que engendraram. Sua falta de entendimento fizeram-no ignorar a simbiose necessária para ele viver em equilíbrio com o planeta. Essas causas e efeitos que manifestaram chegam ao fim, mas o homem tem tendência de voltar-se a ações que continuam condicionadas por sua educação e experiências de vida. Muitas coisas devem parar e muitas coisas tem que mudar.

Sua responsabilidade aqui, e de seus leitores, é dar assistência a essa mudança. Isso implica em conclusão na resolução dos problemas. Trazer um encerramento satisfatório para uma situação traz uma conclusão positiva. As emoções e ideias contidas em uma ação podem continuar a colorir o modo como o participante vê seu comportamento, mas a sua percepção de um encerramento bem sucedido traz o sentimento de finalização.

O homem aprenderá a discernir. Suas percepções limitadas serão expandidas e seus recursos intelectuais nutridos por eles mesmos e também pelo exemplo dado pela liderança de seus leitores. O entendimento do homem sobre a sua natureza espiritual será iluminado; suas ações subsequentes serão coordenadas pelas intenções do Criador de quem ele é uma extensão. Os sistemas de crenças que se desenvolverão trarão transformações à atual visão falha de religião. As relações pessoais serão alinhadas com as verdades universais e o empenho colaborativo será estruturado sob a luz da unidade e igualdade.

Decisões culturais serão baseadas de comum acordo entre os indivíduos em alinhamento com a verdade espiritual. Um grupo de homens não exercerá pressão de superioridade sobre outros homens. Habilidades individuais e traços culturais serão reconhecidos como um espectro do talento pessoal que pode ser usado para o melhoramento de todos. Cada pessoa é única com um papel a desempenhar com os outros em uma busca unida pela ascensão. Todas as crenças atuais devem experimentar um conclusão positiva. Essas crenças não devem mais influenciar as concepções espirituais do homem. Ele deve ser livre para examinar e escolher independentemente. Nós providenciaremos diretrizes e exemplos de como atingir esse encerramento.

Essas mudanças iniciam agora. O homem brevemente verá a realidade dessa existência e o lugar inimaginável que lhe foi dado na evolução desse planeta e nesse universo. A evidência de seu propósito ficará clara. Ele então se dará conta de que isso não precisa ser ensinado ou designado. Ele entenderá que somente tem que olhar para si mesmo e ver sua real natureza. Tudo é Luz e o homem faz parte dela, ele reconhecerá. Quando ele reconhecer, saberá que deve brilhar ainda mais para que os outros possam ver a si mesmos com maior clareza.

Esu.

 

Esu Fala sobre a Crítica e a Presunção Sexual

Esu, um bate-papo? Eu tenho problemas com as atitudes sexuais que percebo e com o que parece ser minha falta de associação com interesses políticos. Sinto me a parte e vejo essa situação por uma perspectiva diferente. Eu sinto que não discorda ou você me faria sentir em maior conflito.

Sim Jess, eu estou aqui. Você trabalha através de suas próprias percepções em várias questões que irá lidar no futuro, de maneira franca. Não senti a necessidade de intervir nesse processo. Eu confiei que você abordaria essas questões de maneira apropriada. Observamos o processamento de seus pensamentos e direcionamos suas ideias de forma mais conveniente.

Poderia dizer algo, mas acho que já sabe o que eu diria. Sua percepção tem mais compaixão do que a maioria tem quando aborda esse assunto. Você está “do outro lado”, por assim dizer, e vê as coisas de forma diferente. Essa foi a intenção quando construiu essa encarnação. Você vê, na questão dos homens gays, um problema crucial para trabalhar, e você se colocou dentro dessa vivência para assim entender a natureza intuitiva deles. Esse tipo de vida, como é chamado, não é uma escolha muito lógica. É uma profunda compulsão que infelizmente se manifestou no plano físico de forma problemática.

Não vou dizer se essas escolhas são boas ou más. Direi que são menos adequadas, para a constituição física que lhes foi dada, e assim manifestassem sua natureza espiritual nessa dimensão. O resultado é que essas decisões causam danos para o indivíduo.

Também não vou dizer que as decisões que causam os maiores danos são universais. Elas também não são tomadas unicamente pelos homens dentro do âmbito gay. Nem eles são tão mal entendidos quanto a 30 anos atrás. Tanta pesquisa e entendimento foram inspiradas com o surto da AIDS, que o homem elevou seus níveis de sensibilidade em muitas áreas. O homem se colocou em um patamar diferente, em termos de entendimento, sobre outros campos da sexualidade e percepções culturais das funções do sexo. Atitudes históricas estão sendo revistas. A união do espiritual com as ações físicas são uma atitude comum para muitos. A natureza do entendimento sexual é mais complexa hoje em dia.

Já lhe disse que não pretendo escrever uma lista de proibições – mesmo que determinadas ações causem problemas. Quero ensinar que existem escolhas melhores. Quero amar os indivíduos e dizer-lhes que existem meios mais espirituais para alcançarem um nível mais alto de consciência. Não quero condená-los e fazê-los sentirem se menos que iguais aos outros, somente porque foram condicionados por uma escolha não tão boa de comportamento. Não jogarei o bebe fora junto com a água do banho, usando novamente essa frase.

Você perdeu a paciência com o cronograma para as mudanças. Sente que a melhor maneira de agir, para você, é continuando o trabalho no qual está envolvido. Você, mesmo assim, tem influência subliminar naqueles a sua volta. Essa situação é a melhor para você agora nesse momento. Não seria possível abandonar todas essas atividades em andamento. Nós continuamos trabalhando em nosso plano. É um trabalho imenso, e vocês não entendem os níveis de detalhes a que devemos chegar para conclui-lo. Devem entender que o calendário das estações e os dias passando rapidamente estão somente em suas percepções. Nós medimos as nossas conquistas em termos de resultados, não em dias que ainda faltam. Eu sei que isso não é consolo, mas é uma explicação.

Eu digo que não se preocupem com a política. Eu entendo a sua frustração com a insensibilidade e a recusa de enxergarem de maneira mais ampla os problemas. Ego é um fator na maioria das decisões de controle. O caos está vindo à tona e eu sugiro que assistam as situações sem envolvimento e ponderando sobre a vontade dessas pessoas em desistirem do controle. As pessoas foram ensinadas a não pensar; somente a reagirem emocionalmente. As emoções são manipuladas e as pessoas fabricam essas ideias sem entender que foram programados nelas.

Também falarei sobre a raiva. Eu sei que você sente que a crítica somente alimenta a raiva de alguma coisa. Depreciar o objeto da crítica é uma prática comum. Existe um sentimento de poder e superioridade quando se acha o defeito do outro. As preocupações do ego são aplacadas com o sentimento de ser melhor que o outro. As reações emocionais e físicas que uma pessoa passa no ato de fazer uma crítica são viciantes. Isso permite que uma pessoa possa transferir a sua responsabilidade pessoal para alguém, a quem possa culpar por sua falta de satisfação.

Ninguém deve ser culpado pelo seu desconforto. Você é o responsável. Você se abre a questões que de antemão já sabe que acenderão o estopim. Ao invés de calmamente ensinar um caminho melhor para estar alinhado com seus conceitos criativos e permitir que todos trabalhem juntos no progresso espiritual, a maioria das pessoas ignora seu próprio papel nesse diálogo e culpa os outros por serem a causa de seu desconforto.

É possível que as decisões dos outros tenham sido tomadas sem nenhuma intenção de lhe prejudicar. Você é afetado somente porque ainda não resolveu suas questões pessoais que são exacerbadas pelas ações dos outros. Acumular erros não é uma maneira de resolver seus problemas.

Desarme essas situações ao invés de agravá-las.

Esse conselho é principalmente apropriado quando encaramos situações que se desenvolveram em sérios desequilíbrios. Questões sobre gays são problemáticas, mas você não pode lidar com elas de um ponto de vista de superioridade e condenar aqueles que estão presos nesse tipo de vida. Você não é melhor que eles. Você é mais consciente, em alguns casos. Não devem presumir que sabem tudo, nem devem presumir que podem julgar. O seu trabalho vai ajudar, porque trará apoio e compaixão. Você não será crítico e nem elitista. Você deve entender cada situação antes de tratá-la. E deverá ter uma mente aberta para ser possível reconhecer os bons elementos dentro das situações que estão completamente fora de equilíbrio. Existe o bom em tudo. Essa é a criação de Cristo Miguel. Ele está no controle. Ele não permitiu que outros criassem o mal dentro de sua criação, mesmo com a manifestação de ataques feitos por alguns e tudo chegado a um ponto onde existe agora uma guerra para tomar o controle.

O homem ainda tem a habilidade de fazer escolhas dentro dessa encarnação na Terra, ainda que suas escolhas sejam dificultadas pela decisão de remover uma direta conexão com os recursos espirituais. A luz da natureza de Cristo Miguel que ainda existe dentro dos indivíduos é facilmente ignorada e mal interpretada. Essa miopia vem causando um grau de escuridão que teve que ser retirado. Isso foi feito. A luz é mais forte a cada dia em termos de consciência espiritual. A manifestação física que os escuros criaram, entretanto, é particularmente desafiadora para combater. Ela não vencerá, mas é um adversário difícil. O homem aprende com a sua vivência. Nós aprendemos, enquanto o homem vivencia.

O resultado final está determinado. Não existe nenhuma chance de fracasso. As únicas questões não resolvidas, que ainda existem, é que determinam a direção e o movimento de progressão para um objetivo predeterminado. O homem continua a criar ideias e devemos trabalhar com essas manifestações criadas como mudanças constantes. O progresso é continuo, mesmo que vocês não possam reconhecer as realizações.

Meu conselho final é para que procurem o equilíbrio e a compaixão. Evitem serem manipulados pelos outros – seja pelas ideias dos outros ou por suas ações. Desarme situações e ensine alternativas pelo seu exemplo ou ensinado realmente. A hora em que isso será a norma está chegando, ao invés de ser uma exceção. Estarei guiando vocês nessa transformação.

Esu

Tradução: Lucia Gualdi

Esu, Aton, Siraya e a Fonte Criadora Falando Sobre a Mudança Inevitável

Algum comentário hoje? Estou ansioso para ouvir o que for apropriado para comunicar. Uma variedade de fontes está bem para mim, se assim for melhor. 

Jess, tem uma variedade de interlocutores hoje. Eu Sou Esu. Tenho muito a dizer já preparando para o que virá. O time para a conclusão e evolução já chegou. Muitas coisas que lhes dissemos através de nossas várias vozes frutificaram. Vemos um caos político e um colapso financeiro prontos para acontecerem. Nós cuidamos dessas duas situações e agora estamos posicionados para dar o empurrão necessário que derrubará o equilíbrio que já é precário.

Eu vejo crise política em vários países e não somente nos Estados Unidos– como o chamam. O controle financeiro está afrouxando e os jogadores que foram comprados com o dinheiro estão começando a aparecer como realmente são. As decisões governamentais que eles influenciaram estão levando a um caos que está crescendo. Essa instabilidade acabará por causar que um vasto número de pessoas prejudicadas com essas decisões reconheçam a verdadeira natureza da sociedade e a falta de controle que tem sobre suas próprias vidas. Essa impotência se tornará cada vez mais evidente assim que os dias passem.

Usarei alguns incidentes estratégicos para provocar essa nova consciência. Isso deverá ser muito impactante nesse momento para que o público cego veja e entenda. Este estado condicionado de cegueira foi uma ferramenta desenvolvida por aqueles que queriam controlá-los. Esse controle vai além do que possam imaginar. Não é controle de de atividades – mesmo que isso seja evidente em todas as leis que regulam as atividades que desenvolvem – mas é também o controle de suas percepções e expectativas. O público em geral não reclama, porque ele não acha que ainda possa fazê-lo.

Assim que o público começar a abrir os olhos, ele descobrirá um sentimento inato de responsabilidade pessoal que ficou embotado e encoberto até agora. Isso é parte da minha função, que desempenharei assim que essa iluminação iniciar. Minha designação é ser o coordenador, trazendo uma nova percepção. Minha tarefa fundisse com a de outros para conduzir a direção que a ascensão tomará. Outros coordenadores tem a tarefa de avaliar os resultados das ações escolhidas na Terra. Outros ainda, estão em posição de tomar decisões com o resultado dessas avaliações. Uma conclusão deve acontecer para finalizar as ações que levaram as coisas até esse ponto. A Fonte Criadora, a quem se referem como Deus, sempre teve um final determinado para essa fase da ascensão da Terra e a natureza do processo chegando a esse ponto deverá ser finalizada.

O homem teve a liberdade de escolher como seguir até esse ponto final e suas decisões fizeram parte do formato que esse fechamento tomou. O nível de complexidade dessa conclusão, em verdade, é a prova do nível de inteligência que esteve envolvido com a cegueira do homem encarnando na Terra. O homem recebeu a tarefa de encontrar o caminho de volta ao seu criador sem uma orientação direta que é normalmente concedida. Isso levou a dificuldades imensas, mas também a um crescimento maravilhoso e a maturidade. Isso foi um laboratório para o mais difícil cenário e o homem fez acontecer o que não era esperado. Ele forçou aqueles que coordenavam o processo de ascensão a modificarem parâmetros habituais e criarem uma forma dele continuar na Terra como um participante ativo. Isso é novo e sem precedente e o processo se tornou um envolvimento de colaboração que inclui o homem e aqueles de dimensões mais altas. Os parâmetros não foram testados e a incerteza dos passos levou a um senso de flexibilidade na hora de atingir os objetivos. A visão maior esteve sempre presente, usando uma frase sua. A hora para a conclusão e a ascensão é parte de um plano maior que envolve muito mais o universo todo do que somente a Terra. Esse é o momento no qual a fonte Criadora determinou que uma fase termina e outra começa. As mudanças na Terra são parte de uma vasta virada interconectada que traz essa parte do universo para um maior alinhamento com a luz espiritual da Trindade do Paraíso. As mudanças inimagináveis que acontecerão na Terra são somente uma porção minúscula das mudanças que acontecerão nessa parte da criação. Isso tudo trará a vocês uma união forte com seu universo e seu criador como seres espirituais.

 

Eu Sou Aton, seu Cristo Miguel. Esse título significa que concebi seu mundo e seu universo e que criei vocês para personificarem minha ideia de uma experiência espiritual. Eu os fiz com formas físicas diversas para que explorassem e aprendessem. Eu os usei como meio para aprenderem para mim. Eu sou a energia criadora que é uma extensão de vocês e Nebadônia lhes dá o conhecimento espiritual para saberem usá-la. Vocês todos são uma extensão minha da mesma forma que mãos e braços exploram para o cérebro e o corpo. Eu vivencio através de vocês. Meu desejo é que lembrem esta conexão. A Terra é especial para mim por ter sido o lugar que tive a minha experiência física. Eu vejo essa parte da minha criação como uma joia que foi manchada quase até se tornar irreconhecível. Eu quero recuperar aquela beleza imaculada como parte da evolução que está acontecendo. Para esse efeito estarei intervindo novamente na direção que o meu planeta segue. Dei alguns passos para chegar a onde estamos. Permiti que as iniciativas dos homens chegassem a conclusões inevitáveis e de uma em uma permiti que as minhas forças tomassem conta desses processos. Temos o controle das decisões agora e nenhuma nova diretriz será dada se não estiver alinhada com os meus desejos.

O público percebe apenas as lutas desesperadas por controle. Essas lutas agora são inúteis. Muito será explicado e revelado assim que o homem assuma a sua responsabilidade. Isso está acontecendo agora.

 

Eu Sou Siraya.Falo novamente como já falei antes para o Jess, como um link de seu propósito espiritual. Eu expresso as ideias da Fonte Criadora desse universo de Orvoton e digo que esse processo é irreversível. A forma distinta que a evolução toma na Terra, é moldada por aqueles que trabalharam no preparo para que ela pudesse acontecer.O homem na Terra tem um sentimento nato do que é a verdade e isso lhe é indicado pelos meios que ele veio a estimar como personificações da verdade. O homem reconhecerá o que está alinhado com o seu criador através dos aspectos em sua vida que ressoam com ele. Ele terá consciência do que está certo e do que lhe fornece sustento espiritual. Ele reconhecerá a fachada que sua existência se tornou por ignorar essa verdade e procurará remover os elementos que o mantém afastado de seu alinhamento com o criador. Ele experimentará a alegria que essa união trará. Sua existência na Terra se tornará uma extensão de Cristo Miguel Aton, como antes já foi.

 

Eu Sou a Fonte Criadoracomo vocês dizem e falo diretamente. Eu determinei que sua existência na Terra está pronta para tomar o próximo passo. Esse é um só passo de uma sequencia sem limites de outros passos que tomarão. Eu vejo o processo e sei como ele evoluirá. Eu criei aqueles que irão fazer isso acontecer. Muitos níveis de conexão e coordenação, todos sendo parte da minha criação. Vocês são a minha visão. A minha visão é de contentamento.

 

Tradução: Lucia Gualdi

Esu avisa para Estarem Preparados

Esu, fale para mim o que está prestes a acontecer. Diga-me onde eu deveria focar.

Sim, Jess. Estou aqui para avisá-los e fazer sugestões sobre o que está para acontecer. Chegamos um consenso de que uma lição tem que ser aprendida antes que a situação atual seja concluída. Essa lição, nessa situação, será dura e abrirá olhos. Muitas das mentiras serão descobertas. Muito do que está em operação tem falsos propósitos.

Muitas pessoas são ignorantes da situação na qual vivem. Muitos ficarão  furiosos e se levantarão para mudar o que eles descobrirão estar acontecendo. A maioria não será bem sucedida. A expectativa por soluções confortáveis serão testadas e as possibilidades disponíveis serão escarças.

Essa escassez testará o homem e vai forçá-lo a ser autoconfiante. Se não conseguirem achar soluções sozinhos, não serão capazes de assumir a responsabilidade pela suas próprias vidas. O homem deve assumir o controle total de sua existência. Ele deve tomar as suas próprias decisões e não achar que outros lhes fornecerão o necessário para a sua existência.

Esse é um passo necessário, mesmo que não tenhamos inicialmente planejado em tomá-lo. Temos esperança que o homem abra os olhos o suficiente para reconhecer a prisão em que vive. Os parâmetros da existência, infelizmente, tornaram essa tomada de consciência quase impossível. O homem não entende que está vivendo em uma confortável prisão e que tem seus movimentos mais restritos do que reconhece. 

Por que estamos fazendo isso, você pergunta? Porque o homem é parte da criação – e a criação, como entidade, está mudando o contexto da existência do homem. O mundo está mudando para melhor e todos os aspectos que se manifestam na criação devem estar em sincronia. A natureza física do homem deve se adaptar; sua alma ficará contente de poder trabalhar em um veículo mais eficiente. 

Decidimos que as lições que pretendemos ensinar mais tarde não teriam tanto significado sem uma experiência anterior de vida sem as suposições básicas. Se tornou necessário prover os meios para que vissem como a vida realmente é na Terra, para que o valor do presente da vida fosse enfatizado, já que a Terra está caminhando para um nível mais elevado de energia. O homem não perceberia o significado desse presente a não ser que pudesse vivenciar a vida sem ele. Eu serei um instrutor é mandatório. Minha presença será mais de observador nesse momento. Eu devo ver como o homem será capaz de lidar com sua situação, quando obstáculos inesperados surgirem em seu caminho. A vida do homem na Terra – mesmo sendo manipulada e superficial – no geral é uma vida fácil sem ameaças. A grande maioria da população da Terra não foi forçada a lidar com grandes desafios há muito tempo. É isso que acontecerá agora.

O homem deve se preparar para o inesperado. Ele deve aprender a contar com seu guia interior e seu talento. O homem é condicionado a não ser autoconfiante, ele deve deixar de lado algumas de suas necessidades para ter uma vida menos cheia de problemas. Alguma preparação para o inevitável é melhor do que uma surpresa completa.

Pergunte a você mesmo o que seria necessário para sobreviver se de repente não houvessem recursos disponíveis. E se vocês vivenciassem a destruição de um grande desastre natural? E se vocês ficassem sem dinheiro e sem condições de consegui-lo? E se não tivessem eletricidade? E se ficassem sem transporte? E a segurança em suas casas? Como se manteriam conectados com os outros em sua comunidade? Quanto conseguiriam de introspecção, de confiança na orientação espiritual recebida e no discernimento? Tomar total responsabilidade significa ter as respostas para essas perguntas básicas e não esperar que alguém resolva seus problemas. Isso é possível para vocês?

O perigo de um desastre em potencial está claro hoje. A possibilidade de um colapso econômico, conflito militar sem precedentes, caos político interno ou lei marcial – qualquer uma desses coisas poderia causar uma perturbação global se iniciadas no lugar certo. A distribuição de eletricidade poderia cair. O suprimento de produtos em natura poderia ser interrompido. Pense em como reagiriam se tivessem que encarar um desses cenários. Vocês poderiam manter-se equilibrados? Você planejaria a partir do conhecimento de suas próprias experiências?Ou vocês permaneceriam congelados de medo e ficariam indefesos?

Esses cenários não são mais hipotéticos, eu devo dizer. O homem será testado. Aqueles que encontrarem o seu caminho no meio dos testes que virão serão bem vindos a ascensão da Terra, como resistentes e confiáveis membros do novo universo. Peçam por orientação e receberão.

Esu

Tradução: Lucia Gualdi

Esu fala de Compromisso e Conclusão

Esu, o tópico compromisso e conclusão veio a minha mente. Gostaria de falar sobre esses assuntos? Espero sua conexão e seu conhecimento.

Jess, estou aqui. Eu sinto que é hora de falar sobre coisas específicas que envolvem a sua pergunta. Esse tópico já foi ponderado e aludido brevemente antes. Esse é um assunto um pouco complexo em termos de como as pessoas olham essa questão e de como isso cabe no plano de Cristo Miguel Aton em cooperação com a Terra. 

As pessoas que habitam a Terra geralmente pensam que compromisso é render-se aos desejos dos outros. Eles acham as ideias dos outros mais racionais ou inspiradoras e sentem que suas próprias percepções são inadequadas quando colocadas em comparação. Eles se sentem inseguros com suas próprias percepções e procuram, nas ideias dos outros, a segurança do que fazer.

Isso está fora de equilíbrio. Uma pessoa não entende a verdadeira necessidade que o outro tem, não importa o quanto seja analítico ou perspicaz. O ato de impor uma ideia a alguém é tão errada, quanto uma pessoa ignorar suas próprias ideias, por achar que a de outra pessoa é melhor do que a sua. Dessa forma, o que acontece é,  alguém não toma a responsabilidade sobre sua própria vida e em contra partida, o outro estará assumindo muita responsabilidade sobre a vida de outrem sem uma razão válida. 

Cristo Miguel Aton pede que a sua criação entenda o link entre eles e se esforce para explorar a sua existência, na Terra, dentro dos parâmetros que ele determinou. Os que estão encarnados tem livre arbítrio, mas suas escolhas na maior parte variam entre abraçar a sua conexão com o Criador e viver de acordo com o seu plano ou rejeitar o link claro que ele oferece e se debater em uma vida levada na contra mão de as suas bençãos. Tudo mais, na verdade, evolui dessas duas opções.

Cada um desses cenários é definido pelo grau de aceitação que se tem do Criador. O conceito de responsabilidade tem um papel interessante nessas escolhas.  Aqueles que reconhecem a sua união com Cristo Miguel Aton encontram uma variedade de escolhas que expande exponencialmente. Toda a Criação está ligada ao seu Criador e a ciência que um indivíduo tem de ser conectado a tudo que existe trás um senso de profunda harmonia e realização. Todas as decisões estão corretas quando em alinhamento com Cristo Miguel Aton. O sentir constantemente essa ligação faz o indivíduo crer em sua própria percepção e escolhas.

Essa profunda convicção sobre idoneidade de decisões permite um indivíduo tomar a total responsabilidade por suas escolhas e decisões. Tudo isso é determinado em um dialogo com o Criador e assim todas as ações tomadas terão um resultado apropriado. Esse indivíduo, que tem segurança em si mesmo, não necessita de opiniões ou do domínio de outro para determinar que direção tomar. 

Indivíduos que não escutam os conselhos de seu Criador assumem o controle de suas vidas sem a segurança de que estão fazendo a melhor escolha. Resultados imediatos podem parecer uma grande conquista, mas as premissas para essas decisões e ações subsequentes estarão desconectadas das intenções do Criador. O resultado final é sempre um fracasso, porque está fora de harmonia com o plano de Cristo Miguel Aton para seu universo.

Indivíduos que não consultam com o seu criador não levam a sério as responsabilidades que envolvem uma encarnação. A mensagem de Cristo Miguel Aton deve espalhar-se globalmente nesse momento, mas ainda há alguns que  entendem  pouco de como a Terra deveria funcionar. Aqueles que escolhem ignorar seus desejos agora não tem mais lugar na unidade da criação. Como Cristo Miguel já chegou a conclusão, esses dias de desarmonia e desequilíbrio estão no fim.

Em face dessa determinada realidade, a noção de compromisso é diferente. O verdadeiro compromisso para um indivíduo vem através da conscientização de seu papel dentro do plano do Criador.  Fator importante também é o conhecimento de que o propósito de um indivíduo não é mais importante do que o do outro. Estar certo de seu compromisso permite a um indivíduo completa responsabilidade. Todas as escolhas responsáveis são feitas após um dialogo com o Criador para confirmar a  idoneidade delas. Uma vez que as opções tenham sido discutidas, um indivíduo poderá escolher livremente qual o curso que quer seguir em determinada situação, dadas todas as possibilidades de influências que poderão causar mudanças dentro dessas escolhas. O Criador não dita os termos de decisões e nem determina as ações subsequentes; ele somente aprova ou desaprova as intenções da seleção.

Uma vez a escolha tenha sido feita, as ações escolhidas devem ser seguidas. O Criador mantém o seu apoio mesmo que a escolha seja inapropriada para o propósito de um indivíduo. A Criação dá forma a ideia, e ao homem é permitido ser co-criador na Terra através de sua natureza de livre arbítrio. O homem pensa no contexto de sua existência e seleciona o curso da ação.  Procedendo corretamente, ele também deve ser responsável por suas decisões e os seus resultados. Muitas vezes ele não o é. O desfecho de suas escolhas podem ser então,  ilógicos e inesperados. Para evitar isso, a tarefa do homem é tornar-se consciente do quanto é importante que a sua escolha atinja o seu próprio propósito individual, dentro deste mundo criado. Na maior parte das vezes ele não consegue seguir com as intenções do Cristo miguel Aton.

A noção de conclusão é uma consequência natural ao compromisso. Uma vez que a pessoa assume o compromisso com uma ideia, o conceito toma corpo e forma. Mesmo que o resultado final varie, existe uma conclusão. Se alguém está tomando uma decisão  que tenha conexão com o seu Criador e tenha a consciência de seu papel individual na criação, suas escolhas mostrarão um compromisso forte, com as intenções de Cristo Miguel Aton para com ele. As escolhas, a sequência de eventos e o resultado final refletem o que o homem quer alcançar para seu criador. As suas ações reconhecem o seu criador, de maneira completa ou desdenhosa.

Se alguém ignora as intenções de Cristo Miguel Aton, seu compromisso é somente com ele mesmo. Os resultados que ele alcança satisfazem somente o seu ego. Esse foco em si mesmo é sem harmonia e sem equilíbrio com as intenções da Terra e desse universo. O poder de sua conquista muitas vezes cria um bloqueio impedindo outros de procurarem discernir seu próprio link com o Criador. Todos devem ser capazes de reconhecer sua conexão individual sozinhos, mas o poder persuasivo daquele guiado pelo ego é, as vezes, uma atração muito forte para poder ser combatida.  Poucos conseguem reconhecer a desarmonia que o curso de suas ações cria, com o seu próprio propósito individual. Muito poucos são capazes de de rejeitar a atração que esse apelo fora deles tem, em seu, ainda não desenvolvido, senso de individualidade (o seu eu).

Em contraste a essa penetrante corrosão do propósito, Trabalhadores da Luz devem tomar para si a tarefa de criar exemplos de uma vida centrada em decisões equilibradas e ações alinhadas. Quando existe a consciência do seu propósito individual é essa consciência que vai fabricar os parâmetros de sua exploração, e não os limites impostos pela cultura ou por aqueles no poder. O compromisso reconhece a conexão, mas não restringe a escolha. O Criador quer vivenciar a sua criação por inteiro e espera que sua criação descubra tudo que for possível. O homem tem uma gama de escolhas que  permite ao Criador vivenciar seu universo através dele, nenhum limite é imposto em seu alinhamento com o Criador. As possibilidades são infinitas e os resultados são além da imaginação.

Esu

Tradução: Lucia Gualdi