Esu fala Sobre Reações e Compromisso

Esu, gostaria de falar formalmente. Você conhece o meu foco. Tenho tentado manter-me alinhado e não alimentar atitudes negativas. Esse parece ser um tempo de compromisso. Lembro-me de você dizer que gostaria de escrever algo sobre isso e eu adiei naquele momento. Hoje poderá falar o quanto queira. Eu estarei aberto ao que vier falar.

Jess, sim estou aqui. Você tem estado ocupado e preocupado. Eu sei. Não tinha até agora, algo que necessitasse ser transmitido através de você. Outros vem desenvolvendo suas habilidades e as mensagens deles tem sido de maior influência que as suas, porque eles são vozes novas. Várias vozes falando as mesmas mensagens as tornam mais fortes, se eles pensarem que as estão escutando individualmente…

Agora essa é uma direção necessária. Estávamos esperando por esse momento para colocá-los em ação. Os acontecimentos nesse planeta e nesse universo são os elementos decisivos, para que haja uma mudança em como abordá-los. Essa é uma declaração significante. Nós esgotamos os caminhos de exploração e de independência dentro do conceito de livre arbítrio que seu mundo concebe. Esse foi um experimento necessário que tinha que ser vivido até o fim. Tínhamos que viver esses conceitos em realidade.

Reações e memórias dão forma a tudo que fazem. Isso  bloqueia a abertura e a vontade de agirem de acordo com a vontade do criador. A percepção de sua própria existência está condicionada a personalidade que desenvolveram enquanto encarnados aqui. Vocês automaticamente agem de forma pré-condicionada sem ter nenhum dialogo com Cristo Miguel e seus criadores. O conceito já está planejado, ainda não sabem? Vocês só tem que perguntar qual o curso correto a ser seguido. Essa noção de um constante dialogo é nova para o homem. O homem não aceita facilmente a ideia de que é parte da existência pré-determinada. Ele pensa que está criando naquele mesmo momento, quando em realidade ele está descobrindo seu próximo passo em uma coreografia pré-determinada.

Não é importante para o homem saber a direção que os eventos tomarão. Ele não poderá mudá-los. Ele poderá modificar somente a forma de se relacionar a eles. E fazendo assim, ele então, mudará a direção dos eventos. Eles acham que os eventos os mudam, quando realmente os eventos são o resultado de suas ações. Vocês leem sobre movimentos ou desenvolvimentos culturais e querem fazer mudanças baseadas em atitudes pré-condicionadas. Vocês geralmente não tem condições de fazer essas mudanças diretamente. Vocês tem que condicionar as suas atitudes para influenciarem os outros a mudarem a deles. Isso então culminará eventualmente em uma mudança abrangente. 

Eu sei que você acha que isso é passivo e sem envolvimento. O seu mundo está fora de controle. Já passou há muito tempo o momento no qual o homem poderia fazer as mudanças que devem ser feitas para que a Terra continue como foi planejado. Vocês podem diretamente influenciar o pensamento das outras pessoas. Uma forma mais prática de fazer isso é influenciá-los a chegarem a um entendimento focado em uma mudança boa e criativa. Um foco constante em julgamento e em encontrar os erros é um laço emocional que continua a exacerbar a situação. Isso não resolve os  problemas e somente prolonga a sensação de desconforto.  

Conversaremos mais regularmente, eu penso. Já é hora de fortalecer seu foco e compromisso, eu diria. Novamente, compromisso é reconhecer seu lugar e papel. Esse é um link ativo, ao invés de um vazio. Pessoas compromissadas não se sentam e esperam que lhe digam o que fazer. Elas estão constantemente observando como as situações se apresentam e decidindo qual seria a melhor forma de lidar com elas através de um diálogo com o seu Criador.

Esu

Tradução: Lucia Gualdi

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Anti-spam: complete the taskWordPress CAPTCHA